people


Créditos fotográficos: Hugo Grilo  hugogrilo.pt


PEOPLE OF LIGHT (Instalação de video interativa)


  • Vivenda Anna (Largo Mouzinho de Albuquerque, 4)

A instalação assume que os seres humanos são como portais onde, através de uma câmara Kinect, as suas silhuetas abrem as portas de um universo obscuro e abstracto, escancarando-as para um universo colorido. O objectivo é provocar a reflexão sobre a conexão de dois espaços distintos, real e virtual, tendo como condição de possibilidade a presença humana. Uma leve analogia ao bem e ao mal, onde a figura humana, viva, consciente, é uma ligação para um universo de cor, sobrepondo-se à escuridão.

DATA7 é membro dos VJ's Anonymous, grupo que se reune nesta edição do AURA para criar uma instalação de vídeo interactiva, live and direct. 

Os VJ's Anonymous são um colectivo de homens e mulheres que se encontram mensalmente para partilhar as suas experiências de VJ. O único requisito para se ser membro é ser VJ. Não é necessário pagar taxas de admissão nem quotas, basta comparecer e partilhar experiências com o resto do grupo, para apoio mútuo na luta contra a perdição dos lúmens e das projecções. 


VJ DATA7 (Daniel Rondulha) 


Daniel Rondulha
Nasce a 1 de Outubro de 1982, em Lisboa. Licenciou-se em Design na Universidade de Aveiro, mas já tinha tido contacto com outras áreas como música, teatro e rádio. O videojamming surgiu em 2001, através de um colectivo formado em Aveiro com colegas de curso, que lhe abriu as portas para o mundo do video. Desde 2004 como freelancer, organizou vários eventos de música e video, maioritariamente na zona de Vila Franca de Xira. Em 2005 começa a participar em festas e eventos em Lisboa, tendo já sido residente em discotecas da capital e arredores. Para além do trabalho como VJ, a sua formação base é em Design Gráfico, e actualmente trabalha em motion graphics, vídeo e pós-produção/vfx. Na sua performance ao vivo denota-se um entendimento e sincronismo com a música, o que torna as suas actuações um espectáculo visual agradável e dinâmico.
Recentemente aposta nas técnicas de videomapping e fulldome e tem ainda trabalhos na área de teatro, instalações, dança e projectos multidisciplinares É ainda co-fundador do colectivo visual VBomb, sediado em Lisboa. É também parte integrante de várias iniciativas a acontecer em Lisboa desde 2017, todas elas direcionadas à comunidade de vj´s, onde visa promover a video arte, integração de novos intervenientes no mundo do vj´ing, reuniões de esclarecimento, jam sessions, entre outros.